Caldas Novas (GO)

Essa cidade, no interior de Goiás, é bastante visitada por pessoas em busca de suas águas quentes, que variam de 30 a 57 graus de temperatura. Os parques, clubes, hotéis e hotéis fazenda possuem aquecedor para piscina naturais, ou seja, são as famosas piscinas termais que atraem muitos turistas em busca de relaxamento e diversão. As nascentes mais quentes estão na Lagoa de Pirapitinga.

Para os adeptos de ecoturismo, é importante conhecer o Parque Estadual da Serra de Caldas. Nele, é possível realizar trilhas e caminhadas, além de desfrutar da paisagem e das quedas d'agua. Os pratos mais apreciados da região centro-oeste são a galinhada com pequi e os doces de leite e de frutas. Em Caldas Novas, quem deseja fazer passeios de barco e jet-ski, pode ir até o Lago de Corumbá.

Interior de GoiásCidade de Goiás (GO)

Essa cidade surgiu com o início do Ciclo do Ouro; porém, tinha o nome de Vila Boa de Goiás. Foi a capital do estado até o ano de 1937. A arquitetura colonial, a culinária e os costumes são atrativos para os turistas. Além disso, ela foi considerada Patrimônio Mundial da Humanidade. Um dos locais mais visitados é a casa da poetisa Cora Coralina, que deixou uma herança cultural e gastronômica (diversos doces como roscas de coco e casca de laranja cristalizada) para os cidadãos da cidade.

Ao caminhar pelo Centro Histórico, pode-se passar pelo Chafariz de Cauda, os Museus das Bandeiras e de Arte Sacra e o Espaço Cultural Goiandira Aires de Couto. A principal festa que ocorre na região é a Procissão do Fogaréu durante a Semana Santa. O ato simboliza a prisão de Cristo.

Brasília (DF)

Brasília foi planejada e construída para ser a nova capital do Brasil em 1955, no governo do presidente Juscelino Kubitschek. Um concurso foi realizado para decidir o plano piloto e o escolhido foi o de Lúcio Costa que teria as construções idealizadas pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Em 1897, a cidade foi escolhida como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade.

A arquitetura dos prédios da cidade e sua cultura diversificada são um dos principais atrativos para os que vão à Brasília. O Santuário Dom Bosco também é um ponto de visitação da cidade, já que foi o santo que previu que nessa região iria nascer uma população. O céu azul é uma atração não só para os visitantes como também para os moradores. Para ter uma visão panorâmica de todo o plano piloto, as pessoas podem subir na Torre de TV, um dos principais monumentos da cidade, rodeado por feiras com artesanatos e comidas típicas. Ela foi projetada por Lúcio Costa e contém um Museu de Gemas com várias pedras preciosas.

Há, ainda, o Memorial JK, onde está enterrado o corpo do presidente JK e diversos livros e documentos sobre a capital. No Catetinho, a primeira residência de Brasília, podem ser vistas as fotos e os objetos da época da construção. Para quem gosta do ar livre, a melhor opção é o Parque da Cidade, que possui uma extensa área verde, parques, ciclovias, kartódromo, dentre outros.

Pontos Turísticos de Brasília

Esplanada dos Ministérios;

Catedral Metropolitana;

Teatro Nacional;

Santuário de Dom Bosco;

Praça dos Três Poderes;

Museu de Valores do Banco Central.

Cidade BonitoBonito (MS)

Essa cidade era desconhecida até a década de 70, quando descobriram um buraco que recebeu o nome de abismo Anhumas. Em Bonito, há lagos e rios de águas cristalinas que estão cheios de peixes coloridos e são responsáveis pelas visitas feitas a região. O ecoturismo passou a ser praticado em suas cavernas e cachoeiras. Rapel, trilhas, mergulho, passeios de bote e arvorismo são um dos esportes mais praticados pelos visitantes. Para conhecer os atrativos naturais, é importante estar acompanhado por guias credenciados, pois muitas vezes os passeios possuem um número limitado de visitantes.

Atividades na cidade de Bonito

  • Flutuação;
  • Banho de cachoeira;
  • Rafting no Rio Formoso;
  • Visitar o Buraco das Araras;
  • Balneário Municipal.

Cidades Históricas do Centro-Oeste

Goiás (GO)

Goiás, Cidade de Goiás ou Goiás Velho, recebeu os primeiros bandeirantes no século XVIII. Os bandeirantes paulistas procuravam ouro. E, por isso, fundaram um dos primeiros arraiais do Brasil: o Arraial de Sant'Ana, fundado em 1722. Mais de dez anos depois, a Coroa portuguesa decidiu criar a cidade de Vila Boa de Goiás.

A cidade tornaria-se a sede da Capitania de Minas de Goiás. O nome Goiás é uma homenagem aos antigos habitantes dessas terras, o índios Goiá. O Arraial de Sant'Ana foi fundado pelo bandeirante Bartolomeu Bueno, o Anhanguera. Goiás era a capital do estado de mesmo nome; porém, em 1930, a capital foi transferida para Goiânia. A maior parte de suas construções é preservada pelo Patrimônio Histórico.

Goiás Velho possui diversos monumentos como: palácios, igrejas, até casas conhecidas, como é o caso da poetisa Cora Coralina. A moradia foi construída em meados do século XVIII e apresenta características da arte barroca, arte essa que predominava nos tempos do Brasil Colônia. As famosas construções como a Igreja de Santa Bárbara e a Matriz de Santana, o Museu da Arte Sacra e a cidade são tão protegidas, que lá não existe fiação de postes, é tudo subterrâneo.

Pirenópolis (GO)

O nome da cidade foi dado em homenagem a uma serra que a circunda. Ela foi fundada em 1727, por Manoel Rodrigues Tomas, que chegou à região centro-oeste em busca de jazidas de ouro. Seu nome oficial foi dado em 1890 e foi tombada em 1988. Recebeu vários apelidos como “Capital da Prata” ou “Parisnópolis”.

As ruas da cidade ainda guardam vestígios de sua história. Existem praças cercadas por um belíssimo verde. Há, também, montanhas, cachoeiras, lugares para se praticar o ecoturismo, a Serra dos Pirineus e muitas outras atrações.

A cidade é marcada pelo turismo, pelo artesanato e pela “Pedra-de-Pirenópolis” (usada na construção civil) que em conjunto contribuem para o avanço da economia. Alguns monumentos históricos são:

  • Museu da Família Pompeu – construído por Joaquim Alves de Oliveira, no século XIX, já foi sede do primeiro jornal de Goiás e hoje é um museu histórico da cidade.
  • Teatro de Pirenópolis – em sua decoração, existem desenhos e estruturas do século de sua construção (séc. XIX), além de depósitos e camarins.

Cuiabá (MT)

Fundada em 1719 por bandeirantes paulistas, a cidade era conhecida anteriormente por "Forquilha" e "Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá". Cuiabá é uma cidade histórica cercada de prédios e casas antigas.

 

Nas proximidades da região norte e fazendo divisa com a tão conhecida Chapada dos Guimarães, a cidade é muito badalada à noite, com danceterias, boates, praças, shoppings, etc., e sua gastronomia é variada.

É possível presenciar os vestígios antigos nos calçadões centenários, grutas e cavernas e também, até o município da Chapada dos Guimarães. São os principais pontos turísticos da cidade:

→Portão do Inferno;

→Cachoeirinha;

→Véu de Noiva;

→Casa das Pedras;

→Pousada Penhasco;

→Mirante.

Dentre algumas construções históricas, temos:

  • Igreja Nossa Senhora do Bom Despacho - Localizada no centro da cidade, a igreja foi inaugurada em 1919. Ela também é chamada de Notre Dame cuiabana, por lembrar e ter adaptado a arquitetura utilizada na construção da igreja de Notre Dame, em Paris.
  • Palácio da Instrução - Construído no século XIX e adepto do estilo neoclassicista, era local de dois colégios, naquela época, e agora é sede do Museu de História Natural e Antropologia, da Biblioteca Pública e da Secretaria Estadual de Cultura.
  • Boa Morte - É uma área tombada que se destaca pelas construções antigas, como a Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte e da Casa dos Frades Franciscanos, entre outros.

A capital mato-grossensse repleta de sabores turísticos, recebe visitantes o ano inteiro. Pois, além das riquezas inestimáveis na área turística e cultural dispõe de ótimos e confortáveis hoteis em Cuiabá.